Da responsabilidade profissional à responsabilidade social ou o que o pediatra deve conhecer sobre obesidade e programação metabólica

Authors

  • Carla Rêgo

DOI:

https://doi.org/10.25754/pjp.2011.4275

Abstract

São incontáveis os milhões de euros e dólares investidos no combate à obesidade, particularmente à obesidade pediátrica, ao longo das duas últimas décadas. Resultado: na Europa, em 2002, a prevalência registada para a obesidade pediátrica ultrapassou em cerca de 6% a prevalência estimada tendo por base de cálculo o incremento registado entre 1980-1990 e, em países em vias de desenvolvimento da América do sul, norte de África e Ásia observaram-se, no mesmo período de tempo,incrementos percentuais anuais médios de 20-30%! Nesta altura a OMS assumiu que a situação estava, efectivamente, “fora de controlo”.

Downloads

Download data is not yet available.

Issue

Section

Artigo de Opinião