Avaliação prospectiva da mortalidade e morbilidade numa unidade de cuidados intensivos em crianças traumatizadas

Authors

  • Paulo Oom

DOI:

https://doi.org/10.25754/pjp.2006.4759

Abstract

Introdução: Os traumatismos continuam a ser uma importantecausa de morte e de morbilidade em crianças. A avaliaçãoda gravidade representa um instrumento fundamental nolocal do acidente e na unidade de cuidados intensivos poispermite a triagem adequada e a selecção das medidas demonitorização e terapêutica mais apropriadas.

Objectivos: Analisar, em crianças e adolescentes vítimas detraumatismo e internadas em cuidados intensivos, o desempenhodas escalas PTS, PRISM e PIM na avaliação da mortalidadee o desempenho da escala PTS na previsão da ocorrênciade sequelas.

Metodologia: Estudo prospectivo de todas as crianças e adolescentesinternadas na UCIP por traumatismo. Foram aplicadasas escalas PIM (primeiro valor obtido até uma hora apósa admissão), PRISM (pior valor obtido durante as primeiras24 horas após a admissão) e PTS (valor na admissão). A mortalidadefoi entendida como mortalidade durante o internamentona UCIP. O acréscimo de morbilidade foi quantificadopelo cálculo do coeficiente delta, resultante da aplicação daescala POPC no momento da admissão e da alta. Para as diferentesescalas foram avaliados a sensibilidade, especificidadee valores preditivos da mortalidade observada.

Resultados: Foram internadas 59 crianças vítimas de traumatismodas quais quatro vieram a falecer. Nas crianças traumatizadas,a utilização da Pediatric Trauma Scale (PTS) com um limiarde 8 pontos possibilitou a identificação de um subgrupo decrianças com maior mortalidade e morbilidade a curto prazo. Emrelação à mortalidade a escala apresenta o seu melhor desempenhoquando se considera o limiar de 1 ponto, de que resulta umasensibilidade de 100% e especificidade de 93%. Nas criançastraumatizadas, as escalas PRISM e PIM apresentaram um desempenhona previsão de mortalidade semelhante ao da escala PTS.

Conclusões: A escala PTS representa um instrumento importantena avaliação da gravidade das crianças politraumatizadas.

Downloads

Download data is not yet available.

Issue

Section

Original articles

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>