O Que Sabem os Pais Sobre o Tratamento de Queimaduras

  • Fábio Barroso Interno de Formação Especifica de Pediatria, Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte-Centro Hospitalar do Porto http://orcid.org/0000-0002-2708-0165
  • Ana Lachado Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte-Centro Hospitalar do Porto
  • Ana Reis e Melo Serviço de Pediatria, HPI-Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João
  • Fátima Pinto Pediatria-ACeS Porto Ocidental

Abstract

Introdução: A nível mundial, oito em cada 100 000 crianças são hospitalizadas anualmente na sequência de uma queimadura.
Pretendeu-se avaliar o grau de conhecimento dos pais portugueses sobre o tratamento básico de queimaduras.

Métodos: Estudo observacional, transversal, no qual foram incluídos 644 pais que responderam a um questionário disponível em plataformas online de pediatria no período de 26 de julho a 12 de agosto de 2016. O questionário incluía informação demográfica, questões sobre tratamento geral de queimaduras e perguntas de verdadeiro / falso. Aplicação de água fria durante 15-20 minutos e cobertura com película aderente foram consideradas medidas iniciais ideais.

Resultados: Dos 644 pais, a maioria era do sexo feminino (92,9%) e tinha 26-35 anos (50,9%), sendo que 72,0% tinham frequentado o ensino superior. Foi relatada história de queimadura em 16,3% dos casos, 89,5% das quais ocorreram em casa. Em termos de abordagem, 51,2 % tratariam a queimadura com água fria. No entanto, 95,7% têm um conhecimento inapropriado quanto à duração e apenas 1,6% cobriria a zona com película aderente. Cerca de 3,7% optariam pelas formulações caseiras, incluindo gelo, mel, pasta dos dentes e gorduras. Sexo feminino e história prévia de queimadura foram associados a maior conhecimento sobre o tratamento das queimaduras.

Discussão: O conhecimento dos pais relativamente ao tratamento inicial das queimaduras é limitado. A criação de um programa educacional nacional e a promoção de estratégias adequadas de tratamento das queimaduras poderão ser úteis.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Fábio Barroso, Interno de Formação Especifica de Pediatria, Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte-Centro Hospitalar do Porto
Rua Estamparia de Lavadores 652, 4400-452, canidelo, vila nova de gaia
Ana Lachado, Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte-Centro Hospitalar do Porto

Interna de Formação Especifica de Pediatria, Serviço de Pediatria, Centro Materno Infantil do Norte-Centro Hospitalar do Porto

Ana Reis e Melo, Serviço de Pediatria, HPI-Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João

Interna de Formação Especifica de Pediatria, Serviço de Pediatria, HPI-Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João

Fátima Pinto, Pediatria-ACeS Porto Ocidental

Assistente de Pediatria-ACeS Porto Ocidental

Published
2018-01-22
Section
Original articles